sexta-feira, 20 de abril de 2007

Lucy in the Sky with Diamonds

Com as fantásticas exibições do Cristiano Ronaldo, o fantástico golo do Leonel Messi, que foi comparado com golo do Maradona, no Mundial do México 86 e as grandes perfomances de Secretário aquando da sua passagem pelo Real Madrid, em que foi injustamente considerado o pior jogador da Liga Espanhola, relato-vos um episódio de alguém que poderia ter sido uma Estrela do mundo do Futebol.

Trata-se do pai do miúdo Ruivo que já falei em ocasiões anteriores.

Por alturas do verão de 2004, eu e mais alguns amigos testemunhámos aquilo a que os católicos chamam de uma Visão. Do género daquela que os pastorinhos tiveram, porém sem ingerir metade das substancias ilícitas que proporcionam “Bad Trips”, contrariamente ao Francisco, à Lucia e à Jacinta…que acabaram a ver anjos e cenas assim, pelo que vos elucido sobre estas drogas:

“O LSD, também chamado de ácido, pills, cones ou trips é uma droga com acção alucinogénia ou psicadélica.

Esta substância age sobre os sistemas neurotransmissores seratononérgicos e dopaminérgicos, inibindo a actividade dos neurónios do rafe (importantes a nível visual e sensorial).

O LSD pode provocar ilusões, alucinações (auditivas e visuais), grande sensibilidade sensorial (cores mais brilhantes, percepção de sons imperceptíveis), sinestesias, experiências místicas, flashbacks, paranóia, alteração da noção temporal e espacial, confusão, pensamento desordenado, baforadas delirantes podendo conduzir a actos auto-agressivos (suicídio) e hetero-agressivos, despersonalização, perda do controlo emocional, sentimento de bem-estar, experiências de êxtase, euforia alternada com angústia, pânico, ansiedade, depressão, dificuldade de concentração, perturbações da memória, psicose por “má viagem”.”

Continuam a acreditar no Milagre de Fátima?? Adiante…

Engenheiro de profissão, é homónimo de uma vedeta do Real Madrid de apelido Beckham e nessa tarde inolvidável, para mim e para um grupo de estrangeiros ou camones (em inglês) que se passeava pela Praia do Meco, executou na perfeição aquilo que para Nuno Gomes, se tratam apenas conceitos abstractos do Futebol. Falo-vos do Pontapé de Bicicleta mais perfeito que tiveram a oportunidade de não presenciar. Uma obra-prima.

Se vos disser que os estrangeiros, pararam, aplaudiram, conferenciaram sobre uma abordagem ao astro e por fim se decidiram pela recolha de alguns autógrafos, vocês não acreditavam?Nâo.. E fazem bem, porque é apenas uma forma de adornar este texto.

Não obstante, o momento é único.

Se a Deco clamam por Magia, a Cristiano Ronaldo por Virtuosismo, a David chamo-lhe Sorte, porque tão cedo não faz outro.

7 comentários:

Pelicano disse...

"Se vos disser que os estrangeiros, pararam, aplaudiram, conferenciaram sobre uma abordagem ao astro e por fim se decidiram pela recolha de alguns autógrafos, vocês não acreditavam? E fazem bem, porque é apenas uma forma de adornar este texto."
Lol

Anónimo disse...

Isto está cada vez melhor!
Delicioso...

Maria

Pelicano disse...

E lembrei-me agora que em Fátima há medronhos... diferentes dos algarvios pois são mais pequenos, género amoras, mas que têm álcool e, quando ingeridos em grandes quantidades, podem provocar visões de virgens a planar no céu.

Anabela disse...

Não fales mal do meu Nuninho Gomes! Tadinho, querias tu ter uma cabeleira linda daquelas para poderes compor e por atras da orelha!!! Invejosoooooo!! Eheheh
Os textos tão cada vez melhores! Bjs

David disse...

Mau…aquilo não foi sorte, a minha vida está repleta de momentos como aquele. Tantas vezes que acordei com os pés para a cabeceira…

Quanto à reacção dos camones, só os autógrafos servem de adorno ao texto. O resto é a mais pura das realidades.
No entanto, estou convencido que se tivesse repetido a proeza (como se isso fosse possível) eles teriam mesmo avançado para a recolha de autógrafos.

Enfim, passei ao lado de uma grande carreira.

Anónimo disse...

O astro David faz-me lembrar um amigo meu (Ethel) que jogava de sapatos no ringue amarelo e que uma vez num jogo fintou os seis adversrios e fez um golo de outro mundo.Pra mim foi um milagre comparado à dos três pastorinhos:)Lino

Alcides disse...

Reitero que o pontapé bicicleta foi qualquer coisa de fantástico..Mas David as tuas qualidades de grande futebolistas já estão asseguradas pelo miudo Ruivo...
Lino: e o golo do Etel no pavilhão da Moita? sem angulo...