quarta-feira, 25 de julho de 2007

O cruzeiro do Sado

Já a tarde caminhava a passos largos para o seu final quando, finalmente a Traineira do Sado com o seu nome pomposo - Évora, deu o mote para a partida.

Eu cá digo tarde pois o atraso foi só de 1h 15m, ou não fossem coisas organizadas à Mário Carimo.

Aos primeiros acordes musicais da noite lá estava o nosso bem conhecido Hélio, esse DJ fantástico de ouvido apurado para aquele estilo de música que não deixa ninguém indiferente, colocando até os mais cépticos a abanar o capacete. Já agora que mal pergunte, onde andaste tu DJ HÉLIUUUS ESTES ANOS TODOS????!!!!! Grande revelação, palmas ao míudo. A esta altura já a animação era visível, onde confesso alguns grupos em particular se destacavam. Entre os quais eu me incluo, bem como o Sérgio (Popas), a Susana, a Carlica, a Luisa e as Silvias.

No meio desta agitação inicial não posso deixar de salientar a performance do sujeito, o tipo, bem sei lá o que chamar à personagem, o Heitorrrrr!!!!!!!

Música após música, copo após copo,........ Animação, boas conversas, piadas soltas, fotografias, filmagens (sim isto vai ter filme tipo TARANTINO), fuminhos, ou não fosse o momento de ideal para conjugar com a música Reggae........... enfim a coisa estava bem cool. Alguns dirão, então e a parte do farnel?????!!!! - Bem para quem já tem uma noção de como é que são estas coisas escusado será dizer que, O PESSOAL ESTAVA MESMO COM LARICA!!!!!! Era vê-los (as) com a bela chamussa, o franguito e a cervejola, ai não!!!! Não fosse o barco afundar, assim pelo menos iam de barriga cheia.

Já a noite era nossa companheira eis quando se dá o grande ponto de viragem, aquele momento click que todos esperavam e que o próprio álcool já implorava. É assim que surge o DJ DADINHO (nota 10 para o rapaz), com um som de agitar as Barbas de Neptuno, sim porque até mesmo ele deve ter sentido o abalo da coisa. A Traineira de nome Évora transformara-se na mais incrível loucura, a viagem mais turbulenta que o Sado jamais presenciara. A partir dai já nada foi igual, toda a minha boa gente dançava, pulava, gritava, entre outras coisas mais. O momento era de facto muito fixe, super animado, de morrer a rir com as demais coreografias, o álcool a deixar alguns em perfeito delírio, e até estou em crer que se aquilo tivesse uns mastros e velas ao vento, aquela gente encarnava o próximo Pirata das Caraíbas........

Em jeito de conclusão, pois não posso nem consigo explanar tudo que por lá se passou, dizer apenas e mais uma vez, MARAVILHOSO.

Andar de Barco ganhou outra dimensão........... Compremos todos uma Traineira e toca de ir para o Sado organizar festas!!!!!!!

Á organização do evento (O Bar ARRIBAR, o Lino Estrela), um forte abraço de parabéns. Aos ausentes deixar uma mensagem - Camarão que dorme a onda leva!!!!!!!!

Maravilhoso........

2 comentários:

sissi disse...

Viva as mulheres que foram as grandes animadoras...

sergei disse...

Hmmm... pois, mas também houveram gajos que só pararam para ir ao balcão, e que na segunda-feira ainda abanavam o capacete... :P

A-D-O-R-E-IIIIIIIIIIIIII.

É uma experiência claramente a repetir, foi daquelas iniciativas que de tão boa até foi abençoada por um tempo mesmo no ponto. Yep Spil, é mesmo essa do camarão, quem não foi...


Abração, S do P do ock