sábado, 2 de junho de 2007

Neo-Provincianismo

Possuidor de um linguajar invulgar, este personagem é responsável por muitos jantares mal comidos, devido às congestões de gargalhadas. Recentemente promovido à condição de pai, esta personagem é rica em histórias mirabolantes que apesar de já as termos ouvido por vezes sem conta, nunca perdem a piada. O facto de ter chegado à paternidade conferiu-lhe uma nova aura, afirmando ininterruptamente que o seu filho é igual a ele.

Curiosamente, existe uma forte ligação de amizade entre ele e o Déspota que habita o n.º 21 da Damasceno Monteiro, uma vez que passaram férias, durante vários anos no Sul de Espanha, por alturas em que o Déspota usava uma Poupa e um Blusão Duffy que nunca tirava, e que a Velhinha (denominação facultada amavelmente pelo Déspota) chamemos-lhe assim, usava Botas de Almeirim para impressionar nuestras irmanas.

Deixo-vos com algumas citações deste filósofo provinciano, natural de um dos mais ermos pontos do Distrito de Setúbal, o Penteado:

- Ela dá-me uma tesão que até me encaracola as unhas dos pés..

- Vou para casa fazer o Número do Morto..” para os menos esclarecidos trata-se da básica necessidade de…dormir


- Chove tanto que até os cães bebem água de pé..

- Está tanto calor, que dá para assar frangos na rua..

- Vamos embora s’imbora que a menina é linda e tem dois olhinhos..

- Tou com uma moca que pareço um coelho..



Podem não acreditar, mas o Penteado é a localidade onde se desenvolveu aquilo em que em Filosofia se chama de Neo-Provincianismo.

6 comentários:

David disse...

Estas frases são apenas um pequeno exemplo de um vasto rol delas. Só estando presente enquanto ele conta as suas histórias é possível ouvir parte delas. É neste contexto que ele as “larga”, como forma de adorno às histórias.

Eu tenho a sensação que algumas das citações não são da sua autoria, mas por direito já lhe devem pertencer, por uso capião. Há já muitos anos que só ele é que as utiliza.

Lila disse...

Acrescento mais uma ao rol, do mesmo autor:
" Conta-me lá da tua vida, que da minha sei eu..."

Depois disto, nada mais há a dizer.
Beijos

Alcides disse...

Sem duvida e acredito que haverão mais textos sobre este Senhor

sergei disse...

Personagem top dos tops, não dá hipótese, hehe.

Se há dica com a qual mais me desmancho é a "Nunca tinha visto!" que ele profere daquela forma tão particular, ou os ciomentários quando ouve algum amigo a tocar alguma banda mais alternativa "Aiiiinccccccchhhh!!!Tão a matá-lo ou quê?" :)


Vivó gajo ;)


Abrações, S do P do ock

Déspota disse...

"Incha Ti Maria ca sopa tá boa!
Mas isto não é sopa..!
Na fa mal, incha na mesma!"

Master disse...

Esse senhor era o terror do Ciclo...brinquinho, cabelo crescido só atrás. Liderava o Gang do Cantinho, onde fumavam cigarros às escondidas e aterrorizavam o mais novos.