terça-feira, 26 de junho de 2007

Diz-me o que lês dir-te-ei com quem andas

A blogosfera tem disto…Estava eu descansado a ler um post do caro amigo Pelicano e eis que me vejo num desafio em que tenho que enumerar os últimos cinco livros que li…Pois cá vai. Esta lista não respeita qualquer ordem temporal…É anarca.

Como que um presságio, li a Metamorfose, sem saber que alguns meses mais tarde iria a Praga ver tudo o que era sítios onde Kafka, tinha passado ou vivido. A propósito de Franz Kafka, já imaginaram um co-produção cinematográfica entre ele e o David Lynch, com banda sonora de Jefferson’s Airplane e Tricky? Tragam os ácidos por favor.

Por alturas do meu aniversário a minha Bicha ofereceu-me o Kafka à Beira-Mar, um livro de Haruki Murakami, uma espécie de conto-mosaico onde as histórias se cruzam…Vale muito pelas referências sócio-culturais nipónicas. Mas continuo a não gostar de sushi...Sorry…

Sempre que posso leio e releio as histórias de Edward Gorey. Um pequeno livro de histórias macabras e sinistras, acompanhadas dos desenhos sempre magníficos do próprio. Recomendo: The Doubtful Guest; The Epiplectic Bike e o fantástico The Loathsome Couple.

Há pouco tempo também li o Budapeste do Chico Buarque…É simpático, mas prefiro ouvi-lo cantar que ouvi-lo escrever…

Actualmente leio o Para ler o Pato Donald de Ariel Dorfman e Armand Mattelart. Um livro que conspira sobre Walt Disney e sua a tentativa de subverter as crianças através de mensagens subliminares. Porém, este livro levanta algumas questões curiosas…Já reparam que nestes livros de quadradinhos não há nenhum vínculo familiar directo nas histórias de Pato Donald e Companhia? Todos são tios ou sobrinhos de alguém. Este livro foi-me gentilmente cedido pelo Déspota.

Presumo que até ao final do Verão vou acabar de ler o Jardim do Éden, do Hemingway ...e para comemorar bebo uma Perrier.

Bom, cá está a lista…deixo o repto a toda a gente que quiser partilhar as suas leituras, desde a revista Maria ao Corão.

5 comentários:

Anónimo disse...

Gostas de ler? Queres um conselho? Lê o seguinte livro e depois diz-me o que achaste: "Para a minha irmã" de Jodi Picoult...Excelente, diferente...

Beijinhos,
Lu

Lila disse...

Eu desde que descobri a Rosa Lobato Faria, nunca mais quiz outra coisa.
Já sei que vão achar estranho, mas aconselho a lerem "O Pranto de Lucifer", "Os Pássaros de Seda" ou "Os 3 casamentos de camilla S.", sendo o último o meu preferido.

Beijos

sergei disse...

...atã atã atã deixa lá ver, hmm, hmmm, hmmm... o livro de instruções do télélé, o livro com a informação técnica do fato de surf (já li 30 vezes, até decorei o nº de pontos), o "livro" da promoção de panelas do Modelo (acabo sempre a lê-lo nas filas), o livro de instruções de qualquer móvel do IKEA (apesar de por vezes o parafuso B não coincidir com a descrição proposta), o "livro" em formato de etiqueta (sim, porque ultimamente as etiquetas da roupa são autênticos almanaques) da roupa não vá haver alguma informação secreta que faça com que ao ser cortada lhe caia uma manga, e last but not least os livrinhos de apoio das velhotas Jeovás de óculos grossos (que por mais que vocês não queiram, acabam quase sempre cravados na fronha) gerando situações estilo

"Jesus ama-te e calça Adidas." e a malta solta um "o quê...? Uns Adidas?", e elas "sim, sim, diz aqui no livrinho de apoio, -...e Jesus andava nas terras d´ adidas...-".

"O QUÊ?", ao que elas cravavam imediatamente o livrinho na fronha e ao que nós ripostávamos um "olhe a Multiópticas é ali ao lado, o que aqui diz é que Jesus andava por terras ARDIDAS, o "d'" é um pelo do buço na folha... e ó minha Sra, além disso só teria lógica usar Nike. Mais especificamente Nike Air..."

:P


Abração S do P do ock

Pelicano disse...

Já li o Jardim do Éden... mostra bem que trios só na cama...

sergei disse...

Hmmm... não podemos esquecer a excepção do célebre Trio Odemira, que mesmo fora da cama fez sucesso por esse País fora... :P


S do P do ock