quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

A culpa é dos Réclames.

A nossa sociedade é tremendamente machista. Basta considerarmos a seguinte dicotomia: um homem que dormir muitas mulheres é habituamente apelidado de Casanova ou D.Juan, ao passo que se uma mulher dormir com muitos homens é uma galdéria ou uma meretriz. A forma como a nossa sociedade se comporta é machista e isso é incontornável.

As mulheres ganham em média menos 17% do que os homens e só uma em cada 40 mulheres pode vir a ocupar um cargo de chefia, ao contrário dos homens, em que a relação é de um para oito.

Contudo, julgo que a descriminação da Mulher irá sempre ocorrer enquanto a Publicidade existir e continuar a explorar a Mulher e o corpo da Mulher. Se não vejamos, há uns anos trás para fazerem publicidade de uma manteiga, expuseram uma Mulher a banhar-se nua numa lagoa...Eu pergunto: o que é que pão com manteiga tem que ver com mamas e rabos desnudados? Bom, não sei...

Outro exemplo de que a publicidade é inimiga da igualdade entre homens e mulheres é o anúncio da Água do Luso: anúncio que não é mais que um fragmento de striptease, onde se vê uma jovem de belas sinuosidades a bebendo água, vestindo apenas umas cuecas e com o cabelo a tapar-lhe os seios...Se o intuito era ficar com água na boa, conseguiram...

Não obstante é um anúncio machista.

O último exemplo é o do detergente para a loiça. Andam as mulheres a lutar para que os seus maridos/namorados as ajudem (muito) mais nas tarefas domésticas, quando algum wise guy se lembra de algo que provavelmente foi pensado para se escapar à lavagem de pratos, copos, panelas e talheres: um detergente que contém uma espécie de creme para as mãos que ajuda a proteger a pele das mãos.

É que com este detergente a mulher já não tem desculpa para não lavar a loiça. Acabem mas é com os réclames e deixem as mulheres descansarem.

Mas só depois de lavar a loiça.

1 comentário:

Avózinha disse...

Bolas, eu que nem gosto de manteiga andei este tempo todo a comer naquela de poder aparecer uma jeitosa vinda de qualquer lado. Cortei com a manteiga.
Três notas:
1. Vê se não te baldas tanto a escrever.
2. Arranja sempre tempo para ler o meu blog
3. Tens razão no que escreveste