quarta-feira, 31 de outubro de 2007

Delfins

A qualidade de um músico é tida em consideração com base numa série de características que os tornam únicos, sendo que não basta ter um corpo são, dois palmos de cara e a capacidade de saber movimentar o corpo coordenadamente, ou, num termo mais prosaico: dançar (verbo que não sei conjugar).

Contudo, actualmente, cada vez mais são estes os requisitos indispensáveis para construir uma carreira. Às vezes, carreiras construídas solidamente, com apenas uma única musica. São denominados os “one hit wonders”. Como por exemplo: o Flat Beat do Mr Oizo (lembram-se do peluche amarelo do anúncio da Levi’s?) ou o Because I Got High do Afroman, música que relatava o quão baixo uma pessoa pode chegar com o consumo excessivo de Cannabis e por último, o inevitável Vanilla Ice com Ice Ice Baby que não carece de adjectivos.

A “máquina” de marketing que está por trás de artistas como o Will I Am (membro dos Balck Eyed Peas) ou da Rihanna, a meu ver, é simplesmente fabulosa. Penso que os produtores destes dois artistas são autênticos génios. Vou mais longe, com produtores deste calibre, em dois anos (ou talvez menos), o esquecido Zé Cabra era gajo para ganhar quatro ou cinco Grammies e não estou a falar dos Latinos.

Consideremos a letra de um hit de Will I Am: a música chama-se “I Got it from my mom”, que traduzindo é qualquer coisa como “Herdei-o da minha mamã”. Mas vamos até ao refrão:

“Baby where’d you get your body from?
Tell me where’d you get your body from.
Baby where’d you get your body from?
Tell me where’d you get your body from.
I got it from my mama.
I got it from my mama.”

Tradução:
Querida, onde é que foste buscar esse teu corpo
Diz-me onde foste buscar esse teu corpo
Querida, onde é que foste buscar esse teu corpo
Diz-me onde foste buscar esse teu corpo
Herdei-o da minha mamã
Herdei-o da minha mamã

Temos aqui um exemplo de como a criatividade e capacidade lírica dão corpo e profundidade a uma música. Mas passemos agora à Rihanna: titulo da música: “Umbrella” ou em português “Sombrinha”. O refrão:

"When the sun shines
We’ll shine together
Told you I'll be here forever
Said I'll always be your friend
Took an oath
I'mma stick it out 'till the end
Now that it's raining more than ever
Know that we still have each other
You can stand under my Umbrella
You can stand under my Umbrella."

Agora em português:

Quando o sol brilhar
Brilharemos juntos
Disse-te que estarei aqui até ao fim
Disse-te que seria sempre tua amiga
Jurei que
Aguentaria até ao fim
Agora que chove mais do nunca
Agora que ainda nos temos um ao outro
Podes ficar debaixo da minha Sombrinha
Podes ficar debaixo da minha Sombrinha

Voltem Delfins, estão perdoados!

5 comentários:

M. disse...

posto isto só me ocorre dizer: SOLTEM OD PRISIONEIROS!

sergei disse...

Hmm...quanto ao Afroman,dada a minha localizacao geografica actual e companhia aqui presente que adora o interprete(lol),diria que ha alturas na vida em que tudo brilha e faz sentido e em que se pensa ser obvio o sujeito ter potencial (pronto, ja me passou,hehe), quanto ao Mestre Vanilla,pianinho ao falar deste senhor porque ainda tenho na memoria os tempos em que agarrava no LP,mostrava à minha Mae e dizia "quero o corte assim" (pronto, depois ela dava-me um valente calduco e nao cortava, apesar de eu reclamar),e quanto aos delfins...explica-se com o "É a queda de um anjo
Em cima de um homem
Que ao ganhar idade
Perde a razão". E que alem disso ao cair em cima do Miguel Angelo lhe deve ter feito uma valente mossa. :P

Abracao marroquino, S do P do Ock

sergei disse...

PS: Tenho aqui de salientar o titulo da musica dos Delfins "Caiga quien caiga". Lindo. E por falar nisso...volto ja :P

Alcides disse...

lolol...um abraço e boas férias.E as ondas?

sergei disse...

Bem, já do lado de cá, opto por deixar só um excerto de uma das ondas que surfei: "...on a good day you can have long 500 to 600 mtr rides..."

Pronto, admito que não esteve clássico, só deu práí uns 400m, hehe... :) :) :)


Abração, S do P do ock