quarta-feira, 29 de outubro de 2008

Prisão de Ventre

Após 30 anos de Salazarismo e de analfabetismo, vivemos finalmente numa época em que o cidadão comum tem acesso à educação em geral e à Literatura em particular, incluindo as sempre informativas e elucidativas fotonovelas, cuja actriz principal era uma jovem de nome Gina.

Temos acesso aos grandes autores, de Nietzsche a Mantorras (Livro Directo – Prime Books 2007), bem como a literatura altamente galardoada. Mas nem sempre o facto de a Literatura ser galardoada, significa que o prémio tenha sido pela qualidade da escrita, mas sim pela estranheza da publicação.

Pois bem. Os Prémios Diagram galardoam o livro mais excêntrico do ano. O prémio deste ano foi para: “Os funcionários dos correios rurais gregos e os seus números de carimbo."

Mas ao longo de 30 anos de existência foram premiados os livros mais bizarros e lembrei-me de partilhar alguns deles com V. Exas:

1978 – Acta dos Debates do 2º Encontro Internacional sobre Ratos Nus.
1979 – A dona de prostíbulo na qualidade de gerente empresarial: Gestão de carreira na Prostituição em Bordel
1980 – A Alegria dos Frangos.
1982 – A População e outros problemas. (Publicações Nacionais da China)
1985 – Crescimento natural do busto em toda a sua pujança. Como potenciar os 90% restantes do seu espírito para aumentar a dimensão dos seus seios.
1986 – Sadismo oral e personalidade vegetariana.
2003 – O Grande Livro das histórias equestres de lésbicas.
2004 – Trate o seu cavalo à prova de bombas.
2005 – Pessoas que não sabem que morreram: como se alojam em transeuntes inocentes e o que fazer.
2006 – Carrinhos de supermercados extraviados do nordeste dos EUA. Um guia de identificação no terreno.


Não há prisão de ventre…Há maus livros.

2 comentários:

Avózinha disse...

A minha demanda terminou, já sei o que me estava a faltar...é que não li nenhuma dessas obras e confesso que algumas de certeza preenchem um vazio que sinto á muito. Abraço

Onze_05 disse...

Faltam várias obras de culto, como "O regresso dos que não partiram", "A fuga dos paralíticos", "A importância da órbita lunar na masturbação dos crocodilos". Caso ainda não se tenham escrito estas obras, sempre pdoeremos enveredar por aí a ganhar um prémio. :D
Grande abraço