segunda-feira, 4 de fevereiro de 2008

Os Novos Vizinhos

Seria um dia normal, igual a tantos outros dias que passam nas nossas vidas, sem termos a percepção de como o tempo voa sem sequer nos darmos conta de quanto é importante dar valor a cada momento.
Aquele Sábado não seria um dia normal. Para uns um dia de praia, para outros um dia de trabalho , para eles um virar de página. Este blog ou o que queiram chamar , trás em si as Coisas Simples de que nós todos gostamos de ouvir ou partilhar. Uma anedota , uma aventura , uma história , um comentário , uma ideia , um desabafo...... Sobretudo contado para essa Pessoa Simples que de tão simples que é, todos nós gostamos.
O virar de página de que vos falo é também uma das nossas, vossas Coisas Simples. A mudança, o começo de uma nova etapa, que para eles ( os Vizinhos ) será o primeiro passo de muitos sonhos partilhados em conjunto.
Por muito banal que possa parecer para alguns, vi nos olhos deles que aquele momento era simplesmente o manifesto da alegria acumulada, num partilhar de emoções que só eles saberão descrever. Senti um orgulho imenso de estar lá, de ver , perceber , sentir , o quanto é importante para eles ( os Vizinhos), terem o seu cantinho, onde a vontade em estar bem se conjuga com o sentimento de harmonia de duas pessoas que se adoram.
Coisas Simples , é disso mesmo que se trata. Um mudar para a casa nova, o iniciar de uma longa caminhada. Mas para eles ( os Vizinhos ) é muito mais que isso. É sentir que começaram a escalada da vida, onde o topo só o poderão alcançar juntos.
Eu estive lá no começo, partilhei esse momento , esses sorrisos de contentamento. A voçês VIZINHOS apenas vos peço para estar agora , durante e depois na vossa escalada , pois um AMIGO também ajuda na Mudança.

4 comentários:

Duarte disse...

:)

Despota disse...

Espero que o Sr. Alcides esteja a ganhar bem. Pois, como não entregou as chaves de casa da Damasceno e....ainda temos cá a Maria Vinagre, os azeites e bolachas e a Creatina já está a pagar 12 dias de renda. Por enquanto.

Filipa disse...

Quase que deitei uma lagrimazita... Depois deste discurso maravilhoso, só posso assinar por baixo (reservando o direito de autor) e desejar-vos as maiores felicidades do mundo!
Beijinhos!

Anónimo disse...

És grande! Bate aí...