domingo, 6 de abril de 2008

Essência Simples


Este post surge por três motivos diferentes, estando no entanto todos eles interligados.


O primeiro prende-se com o aniversário do Coisas Simples, este universo de detalhes e pormenores que neste primeiro ano encheram a alma e puseram muitos a perceberem que as coisas podem mesmo ser simplificadas, seja via uma boa gargalhada ou uma consciência alerta. Embarquei na viagem ciente da responsabilidade envolvida, cabe-me agora engolir em seco para seguir com balanço e tentando manter o espírito neste segundo ano que se iniciou. Um forte abraço mano Alcides, por teres posto mãos à obra e gerado este ponto de encontro de energia e opinião. Os balanços de final de ano são desnecessários, a “mensagem” por ti transmitida reclama os louros por si só. ;)


O segundo assenta no fim-de-semana passado, em que numa reunião de malta amiga deu para perceber que a idade em certas pessoas/grupos, à semelhança do que espero que suceda com o Coisas Simples, não implica obrigatoriamente que se envelheça e estagne, tendendo ao invés para aprimorar e refinar as “viagens” mentais e “filmes” fora do normal que se sucedem consecutivamente. Os sorrisos, a amizade, a liberdade de expressão, a felicidade pura, e acima de tudo a criatividade e imaginação fora de controlo hão-se sempre ser algo que eleva o espírito a níveis incalculavelmente compensatórios. É isso que fica na alma e realmente importa nesta vida, é aquilo que nos preenche verdadeiramente.


O terceiro motivo, assenta na questão da falta de tempo, que a todos atinge nos dias que hoje correm, e que acaba por gerar minutos decisivos, nos quais se não agimos de imediato acabamos por nos lembrar das coisas mas não deixamos marca. Sabemos que nem sempre estamos lá quando é preciso, que nem sempre agimos quando devíamos, mas acredito na filosofia de que quem gosta não esquece, mesmo que por uma razão ou por outra acabe por não o demonstrar no imediato. Ainda bem que tudo no universo tende para o equilíbrio, e que por cada minuto que se perde ganha-se outro...


Pelo primeiro motivo no qual surgiu um “toque” anual pessoal para cada um, associado ao segundo motivo mágico, que surgiu fruto das “combinações” no aniversário do criador do Coisas, fica feita a rectificação tardia que não tinha ainda aqui ficado cunhada, seguindo a tradição do blog…é que…


PARABÉÉÉNS!!! O ALCIDESSSSSS FEZ ANOOOOOOSSSSSSSS!!!


PS: Só falo Aramaico a partir da 9ª imperial. A partir daí é caroçada a torto e direito :P



3 comentários:

Anónimo disse...

Parabéns Alcides!
Um beijo.
Paula Timóteo

qinzedias disse...

Beijinhos de Istambul!!!

L.

Alcides disse...

Quando leio posts como este, fico sempre com a sensação de ser muito mais fácil escreve-los do que comentá-los..O desconforto das palavras simpáticas faz-me perder a capacidade de sintaxe tornando invariavelmente monossilabico. Restam-me duas palavras: Obri Gado.